Contato: silvinoadvogado@hotmail.com

POSTAGENS EM DESTAQUE

DESCASO DOS SERVENTUÁRIOS DO 28º CARTÓRIO CÍVEL DO FORO CENTRAL (JOÃO MENDES JÚNIOR).




O presente texto tem por objetivo expressar minha revolta com o descaso dos servidores do 28º Cartório Cível Central, que para confeccionar uma guia de levantamento já autorizada pelo juízo da 28ª Vara Cível Central, desde 03 de novembro do ano corrente, nos autos do processo nº 0301101-59.2001.8.26.0100 (583.00.2001.301101), não o fizerem até a data presente, embora este Advogado tenha comparecido por várias vezes ao dito cartório e falado com os serventuários e até despachado com a Douta Juíza Drª. Ana Lúcia Xavier Goldman, que cumpriu com o seu mister com galhardia, haja vista que, a Douta Magistrada ao receber este causídico para despachar mesmo sem ver os autos autorizou mais uma vez de imediato a expedição de aludia guia de levantamento, visto que o cartório estava alegando que a exequente (autora) deveria realizar o pagamento de custas judiciais, embora fosse portadora da gratuidade judicial, aguardaram até o início das férias forense que vai até o dia 07 de janeiro de 2016 e não fizerem o seu trabalho.
Já foi esclarecido nos autos que a autora necessita receber estes valores para realizar uma cirurgia de urgência devido ao acidente que sofrera justamente por ser o objeto destes autos, mas não houve qualquer sensibilidade dos serventuários, embora o processo já passe dos 16 anos, pois foi distribuído em 2001.
Não se considerou o fato da necessidade da autora de uma nova cirurgia e nem a proximidade do natal e ano novo e nem o recesso forense.
Entretanto, quando os servidores do judiciário estão lutando por melhores salários e condições dignas de trabalho, contam sempre com a solidariedade da OAB, que está sempre lado a lado com eles, mas no momento de atender os anseios da população e dos Advogados se abstém das suas funções e se entregam ao descaso e desprezo para com os mortais, Advogados e população.
Caros amigos o cartório necessitava somente digitar umas seis linhas e levar a guia para a juíza que já havia autorizado a expedição da guia para assinar e entregar ao ADVOGADO, mas isso não pôde ser feito, deste 03 de novembro, dia do primeiro despacho autorizando a expedição da guia, até a data presente.
O mais engraçado é que fui atendido por um dos serventuários no dia 17 de dezembro, no 28º cartório que está uma bagunça, depois de uma hora e meio de espera, o atendente, me disse, com rapidez, que os autos estavam conclusos, mas constava no andamento do próprio TJSP que o processo se encontrava em cartório, quando exigi que ele cumprisse a sua tarefa e fosse verificar, o atendente colocou o meu andamento junto a uma tela de computador me presenteou com mais 40 minutos de espera e depois retornou alegando que o processo continuava conclusos (com o juiz).
É esse o “respeito que merecemos” de servidores do judiciário que são pagos com os nossos impostos? E ainda exigem melhores salários e melhores condições de trabalho, sem que cumpram com as suas obrigações, não incluo todos, mas os servidores do 28º Cartório Cível Central sim são todos responsáveis pelo sofrimento estendido de minha cliente que vai passar um natal um ano novo e o recesso forense “ordinário”, com muita dor e sofrimento e ainda não sabe quando o cartório vai se dignar em confeccionar a sua guia de levantamento para levantar os valores e se internar para uma nova cirurgia. Esta é a minha revolta com o desprezo desses servidores sem alma e sem coração, pois todo o sofrimento da minha cliente consta dos autos. SP, 18/12/2015.
Silvino Guida de Souza
Advogado

0 comentários:

Copyright © 2013 Silvino Advocacia